Os segredos de Colin Bridgerton

| 24 janeiro 2021 |


Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Adquira o seu exemplar: Amazon, Submarino, Americanas
Livros anteriores: O Duque e Eu | O Visconde que me Amava | Um Perfeito Cavalheiro

Colin Bridgerton nunca foi avesso a ideia do matrimônio, porém, não queria escolher a primeira debutante que passasse a sua frente. Após ver a felicidade dos irmãos, se fosse realmente para se casar, ele gostaria de ter algo parecido com aquela felicidade. Além disso, o irmão do visconde gostaria de ter um objetivo de vida maior do que viagens e festas, para ser considerado algo mais do que um sorriso encantador.

Penélope já se considerava uma solteirona. Após tantas temporadas, sem sequer um misero pedido, de quem quer que fosse, suas esperanças de casamento haviam evaporado, mas isso não a afligia imensamente. Seu grande amor, aquele que há anos era dono de seu coração, jamais seria realmente seu. Colin era um Bridgerton, dono de uma fortuna respeitável, com uma beleza incomparável, além de um charme de encantava a qualquer um, ou seja, o melhor partido da temporada.

Um casamento, para ambos, jamais havia passado pela mente de Colin e só fazia parte dos sonhos mais delirantes de Penélope. Quando Colin volta para casa, após uma longa viagem, pela primeira vez ele percebe a verdadeira personalidade de Penélope. Aquela menina tímida, que sempre ficava nos cantos dos salões de baile, sem chamar atenção, também era uma mulher eloquente e perspicaz. Podia ter uma língua ferina, se quisesse, e também tinha o poder de fazê-lo rir. Colin ficaria chocado ao perceber a mulher incrível que ela era, e com o quanto ele poderia desejá-la, principalmente após uma proposta nada convencional da solteirona: para que ele lhe mostrasse como seria ser beijada.

Quando nós lemos uma série de livros, sempre tem aquele personagem que é o nosso queridinho, que desde o primeiro instante já conquista os nossos corações. Isso aconteceu comigo lendo "O Duque e Eu" assim que Colin Bridgerton deu o ar de sua graça. Esse amor só foi crescendo a cada livro, até que eu finalmente cheguei ao quarto livro da série "Os Bridgertons", que narraria a história de Colin e com ninguém mais, ninguém menos, que Penélope Featherington.

A autora, Julia Quinn, não poderia ter me surpreendido, nem me encantado mais, do que com a formação desse casal. Penélope sempre esteve tão presente, ao mesmo tempo, sempre tão a margem nos livros, que foi incrível vê-la finalmente à frente da situação, assumindo as rédeas da sua vida.

Se o livro anterior "Um perfeito cavalheiro" é uma releitura de Cinderela, com certeza a narrativa de Penélope é da história "O Patinho Feio".

Sempre considerada a irmã mais feia, aquela que nunca era chamada para nenhuma dança (a não ser pelos solteiros obrigados pelas mães), a que parecia nunca falar, mas sempre ter muito a dizer, com uma mãe insuportável que afastava a qualquer um que pudesse chegar perto o suficiente para ver a sua verdadeira beleza.

Mas, o coração de Colin foi perspicaz o suficiente para se aproximar e conhecer aquela que poderia ser o amor da sua vida, além da única digna de conhecer o seu segredo, e de encontrar nele uma real motivação para a vida do terceiro Bridgerton.

Aliás, apesar do título do livro, com certeza não é o segredo de Colin a grande revelação da obra. Um grande segredo é revelado. Algo que, apesar de fazer muito sentido, eu jamais imaginaria. Porém, fico apreensiva, e já com saudades, de algo muito peculiar e característico dessa série, que não sei se continuará após o final desse livro.

Não sei que feitiço a autora jogou nesses livros, mas, cada vez que acho que o último que eu li é meu favorito, ela nos entrega uma nova história ainda mais deliciosa e romântica de se ler, que nos faz devorar as páginas com tanta paixão quanto a demonstrada pelos seus personagens. Porém, não acredito que Colin deixará de ser o meu favorito...

"Os segredos de Colin Bridgerton", um livro tão aguardado por essa que vos escreve, não me decepcionou, muito pelo contrário. Colin é tudo o que eu imaginava e muito, muito mais. Temos dois personagens que vão muito além das aparências, que escondem segredos e personalidades fantásticas, e, exatamente por isso, tiveram a capacidade de construir uma história fantástica juntos.

Quero uma continuação. Pode?

Nenhum comentário:

Postar um comentário